Banho e tosa: prazer ou martírio?

Banho e tosa: prazer ou martírio?

Há alguns cuidados indispensáveis para garantir a saúde e o bem-estar do animal no momento do banho, a fim de que este seja agradável e divertido (e não um tormento).

Para frequentar um Pet Shop, seu cão ou gato deve estar imunizado, devidamente vermifugado e fazendo uso de método de controle de pulgas e carrapatos, evitando contrair e disseminar doenças parasitárias e infectocontagiosas. Uma consulta ao veterinário é ideal para verificar a existência de alguma doença dermatológica que exija tratamento específico.

A escovação prévia, com a remoção dos pelos mortos, aumenta a eficácia dos xampus e cosméticos. Para raças com pelos longos e finos, é ideal o uso de produto específico para desembaraçar os nós. Isso facilita a escovação e permite que os pelos sequem totalmente após o banho, evitando dermatites.

Também é muito importante que os produtos utilizados sejam de uso veterinário. Embora possam parecer inofensivos, sabões ou detergentes comuns, ainda que de coco ou glicerina, são altamente prejudiciais, pois seu PH retira a proteção natural da pele dos animais. Com isso, é comum o surgimento de dermatites de contato e alergias. Além disso, o uso compartilhado da mesma barra de sabão pode transmitir doenças.

Durante o banho, os ouvidos do animal precisam estar protegidos com soluções hidrorepelentes e ceruminolíticas. E deve ser utilizada água em abundância na pelagem para a remoção de todos os resíduos dos produtos aplicados.

Recomenda-se que o veterinário avalie a periodicidade dos banhos (semanais, quinzenais ou mensais), pois devem ser observados intervalos distintos para cada raça e tipo de pelagem.

Deve-se atentar à escolha dos locais que oferecem serviços de banho e tosa. É imprescindível avaliar se os preços estão muito abaixo da média (muitas vezes, para aumentar a lucratividade, os estabelecimentos agem de má-fé, utilizando produtos de baixa qualidade e mão-de-obra sem qualificação). Deve-se verificar, também se as normas de higiene da Vigilância Sanitária estão sendo observadas (se há esterilização das lâminas de tosa, banheiras e canis/gatis). O melhor é optar por aqueles que disponham da sala de banho e tosa envidraçada, permitindo que todo o procedimento seja visualizado. E, o principal, conferir se há um Médico Veterinário presente o tempo todo no local: além de ser o responsável pelo estabelecimento, ele é o profissional com plena aptidão técnica para avaliar e prestar quaisquer informações sobre a saúde do animal.

O comportamento de seu pet revelará se o banho foi prazeroso ou estressante, indicando a real qualidade do serviço prestado.

Dr. Joel Francisco de Carvalho Amorim
Médico-Veterinário CRMV/SP nº 7843
Proprietário da Gato Cão Clínica Veterinária

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *